terça-feira, 4 de novembro de 2014

LEMBRANÇAS DE VIAGENS

Recentemente alguém perguntou-me: "qual foi a sua melhor viagem?". Pensei e respondi: "não existe a melhor viagem, pois todas as viagens são sempre maravilhosas". Os monumentos, as comidas, as bebidas, as pessoas, as paisagens, os sustos nos aviões e barcos, os hotéis (aliás, os hotéis são um show à parte), os mercados (aliás, as compras são outro show à parte), as festas, os restaurares, as músicas, os imprevistos, tudo se torna inesquecível. É preciso lembrar que a sensação de realização pessoal depois de uma viagem é muito marcante. É por estes e outros motivos que amo viajar. E claro, também amo voltar para São Paulo.


Foto: Zilrene Alcantara Miguel

Foto: Zilrene Alcantara Miguel



Foto: Zilrene Alcantara Miguel

domingo, 2 de novembro de 2014

NÓS QUE AQUI ESTAMOS POR VÓS ESPERAMOS

Esta frase pode ser encontrada na entrada de alguns cemitérios pelo Brasil. É também o título de um filme produzido aqui no Brasil nos anos 90.
Eu não vou falar sobre o filme, que recomendo, pois é muito interessante.
Eu quero falar da incrível esperança que os habitantes dos cemitérios têm a nosso respeito. Sempre ouvimos: a única certeza que temos é a morte. Mas como esta frase é repetida diversas vezes, acabamos não dando atenção.
Quando li “Nós que aqui estamos por vós esperamos” escrito na entrada de um cemitério na abertura do filme, fiquei chocada!
Naquele momento decidi que esta frase será escrita em minha lápide (se houver uma, já que existem “mortes” e “mortes”).
Neste “2 de Novembro”  além de lembrarmos dos que nos esperam, precisamos pensar na maneira como estamos conduzindo nossa vida, já que a morte derruba toda teoria ou atitude arrogante de superioridade de raça, religião ou classe social.

Em memória de Leandro, Evandro e Talma que estão a minha espera!