sábado, 30 de julho de 2016

VISITA DO PAPA AO MEMORIAL DE AUSCHWITZ-BIRKENAU


Eu penso que a visita do Papa Francisco ao Memorial de Auschwitz-Birkenau (um complexo de campos de concentração nazistas) na Polônia , é importante porque o Cristianismo (católico, protestante, ortodoxo, etc) fez "vistas grossas" para o Holocausto.
Hitler era amigo pessoal do Papa Pio XII.
Lutero era um dos três homens que Hitler admirava, pois era atissemita.
O Cristianismo sempre se colocou como "vítima perseguida na História", mas foi atuante e conivente com a Inquisição, com o Holocausto, com o Apartheid e com a Escravidão nas Américas (entre outras barbaridades).
O Papa demonstrou que o Cristianismo prega o perdão e que Cristo veio para "...todas as tribos, povos e raças...".
Exatamente o contrário do que prega Donald Trump, candidato à presidência da maior nação cristã do mundo e com apoio de 80% dos protestantes.
Os cristãos precisam olhar para Seu Mestre e pregar o Seu amor e o Seu perdão.